Fabiana Baroni Makdissi

Perguntas frequentes

Aspectos psicológicos do câncer de mama

Quais os efeitos psicológicos negativos sobre a sexualidade feminina quando se descobre o câncer?

A perda da mama para a mulher representa a perda do órgão mais relacionado à auto-estima, representa a perda da possibilidade de exercer o papel de ser mãe, pois a mulher não pode amamentar e como se trata de um órgão exposto e muito relacionado em nossa cultura como sendo o centro das atenções de homens e mulheres como sinal de feminilidade certamente está relacionado a perdas emocionais muitas vezes de difícil recuperação. Por este motivo sempre que possível a cirurgia reparadora tem que ser indicada para tentar minimizar todas as perdas nas mulheres após o diagnostico.

Quais são as reações comuns quando a pessoa recebe o diagnóstico?

As reações na maioria das vezes são inicialmente de negação (não é comigo, o exame deve estar errado) de desespero, com choro intenso, ou de terror, pelo medo da morte e de todas as perguntas sem respostas que o nome câncer gera nas pessoas.

Compartilhar experiências ajuda a superar a situação? Por quê?

Certamente para quem recebe o diagnóstico este é o pior dia de sua vida, porém com o tempo, as dúvidas vão sendo respondidas, o tratamento e a vida vai seguindo seu rumo e conhecer quem já passou pelas mesmas experiências e conseguiu "renascer das cinzas" superando todos os obstáculos, e medos certamente é uma excelente forma de recuperar a esperança de que tudo um dia vai voltar a ser "normal".

Quais os efeitos psicológicos negativos sobre a sexualidade feminina quando se descobre o câncer?

A perda da mama para a mulher representa a perda do órgão mais relacionado a auto-estima, representa a perda da possibilidade de exercer o papel de ser mãe, pois a mulher não pode amamentar e como se trata de um órgão exposto e muito relacionado em nossa cultura como sendo o centro das atenções de homens e mulheres como sinal de feminilidade certamente está relacionado a perdas emocionais muitas vezes de difícil recuperação. Por este motivo sempre que possível a cirurgia reparadora tem que ser indicada para tentar minimizar todas as perdas nas mulheres após o diagnostico.

Algumas dicas para a mulher com câncer enfrentar a situação da melhor maneira possível.

Mantenha a auto-estima em alta, se cuidando, investindo nela durante todo o tratamento.

Cerque-se das pessoas que a amam e que tenham boas coisas a lhe falar (afaste-se daquele que só tem casos ruins para dar de exemplo ou que sinta pena de você).

Não perca a esperança de que tudo dará certo no final. Entenda que o tratamento e seu médico são seus aliados, mesmo que ás vezes esteja cansada de tudo e de todos. Tente compreender seu tratamento, seus efeitos colaterais e as formas de minimizá-los, isso ajudará na superação das dificuldades.

Participe de grupos de apoio para que não sinta que está sozinha. Conheça a doença e não tenha dúvidas sobre o seu tratamento em momento algum, pois compreendendo o que está lhe ocorrendo tudo fica mais fácil.

Cite 5 dicas para mães/irmãs/amigas da mulher com câncer ajudá-la a encarar essa jornada com otimismo e fé.

Amor, paciência, firmeza, companheirismo e muitas vezes colo, são o que as mulheres precisam daquelas que a amam.

Como manter o emocional equilibrado e a qualidade de vida?

Cada mulher descobre por si só como seguir adiante, não há uma receita única a ser seguida.

É papel de todos que estão em contato com esta mulher que seu estado emocional e sua qualidade de vida sejam mantidos, ou até melhorados. As mulheres precisam ouvir e serem estimuladas a estar atentas a assuntos que abordem a qualidade de vida e não a doença.

É importante que as mulheres entrem em contato com outras mulheres que já tenham passado por situações semelhantes e tenham superado as dificuldades, isso ajuda em sua superação.