Fabiana Baroni Makdissi

Perguntas frequentes

Gestação e câncer de mama

Pode existir câncer de mama durante a gestação?

Sim, pode haver. O diagnóstico pode ser difícil, pois é uma fase onde as alterações nas mamas acontecem diariamente e mesmo a mulher pode ter dificuldade em separar o que é normal para a gravidez e o que é diferente e pode representar um câncer de mama. Durante a gestação as mamas ficam maiores, dolorosas, difíceis de tocar (pelo desconforto), portanto a mulher deve observar mudanças e buscar o médico principalmente se um lado estiver diferente do outro.

O câncer de mama durante a gestação quando ocorre durante ela ou até 12 meses após o parto. O tratamento pode se iniciar ainda na gestação, com medicações quimioterápicas que não afetam o bebê, ou mesmo com a cirurgia que pode ser realizada neste mesmo período.

Posso ser mãe mesmo após o diagnóstico de um câncer de mama?

A gestação após o tratamento do câncer de mama é possível. Quanto mais jovem a paciente que trata o câncer de mama, mais provavelmente ela retornará às funções ovarianas (ciclos menstruais) após o tratamento. Porém é sugerido evitar gestação nos primeiros dois anos após o tratamento (pelo risco de retorno da doença na mãe).

Como preservar a fertilidade após o tratamento?

O ideal é conversar com seu médico antes de iniciar o tratamento. Tratamentos de fertilização podem ser realizados após o tratamento do câncer de mama, mas pode ser bem mais tranqüilo se as orientações forem iniciadas antes.